PolíciaAcusados

Acusados de matar o vereador eleito Lúcio do Nevada são presos

4.6
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Vinícius Rodrigues 29/01/2013

Chefe de gabinete do vereador de Niterói Carlos Macedo é presa, acusada pela polícia de ser mandante do assassinato acorrido em outubro do ano passado, em Santa Bárbara

Mariana Soares Queiroz da Silva, chefe de gabinete do vereador de Niterói, Carlos Macedo (PRP), foi presa na manhã da última terça-feira, acusada pela polícia de ser a mandante do crime envolvendo o vereador eleito Lúcio Diniz Araújo, o Lúcio do Nevada (PRP), 44 anos, em outubro passado. A operação desencadeada pela 78ª DP (Fonseca) para cumprir quatro mandados de prisão e outros de busca e apreensão, culminou com a prisão de três pessoas, entre elas, o sargento do 12º BPM (Niterói), Jair Martins de Souza, acusado de ser um dos executores do parlamentar. Um homem, que também teria envolvimento com o crime, identificado pela Polícia Civil como Marco Antônio Titoneli Barbosa, está foragido. Ele teve o retrato divulgado no início da tarde da última terça-feira.

Dezoito equipes envolvendo diversas delegacias da região, além da corregedoria da Polícia Militar, estiveram espalhadas pelas cidades de Niterói, São Gonçalo e Magé, na Região Metropolitana, e Iguaba Grande e Maricá, na Região dos Lagos, na manhã de terça-feira. A ação tinha o objetivo de cumprir 14 mandados de prisão temporários e de busca e apreensão em vários endereços. Entre os locais, o gabinete do vereador Carlos Macedo, na Câmara de Vereadores de Niterói, também foi vasculhado.

A Câmara de Vereadores de Niterói comunicou que a ação policial realizada para cumprimento de mandado judicial de busca e apreensão foi realizada exclusivamente no gabinete do vereador Carlos Macedo (PRP), não ocorrendo em nenhum outro setor administrativo ou nos gabinetes dos demais vereadores.

Logo que foi informado da ação, o Presidente da Câmara, Paulo Bagueira se reuniu com outros vereadores e decidiu solicitar uma audiência ao juiz Peterson Barroso Simão, responsável pelo processo em que se investiga o assassinato do vereador Lucio do Nevada, ocorrido no dia 25 de outubro do ano passado, para que possa ter mais informações sobre o andamento da ação judicial. A Mesa Diretora da Casa também aguarda um pronunciamento do vereador Carlos Macedo a respeito dos últimos acontecimentos do caso.

Além de Mariana e Jair, a polícia prendeu Renato de Souza Valente, também acusado de ser um dos executores do assassinato, e José Carlos Alves Júnior, preso em flagrante, e que estava em uma casa que era um dos alvos de busca e apreensão, em Magé. Ele portava uma arma e uma carteira falsificada da Polícia Civil. Durante a operação, foram apreendidos um cofre, documentos, um revólver calibre 38, três pistolas, dez celulares, um radiotransmissor e munições.

De acordo com o delegado Paulo César da Silva Guimarães, titular da 78ª DP (Fonseca), a operação de investigação começou a ser feita há cerca de três meses e meio, logo após a execução do parlamentar, na noite de 25 de outubro do ano passado. No mesmo dia, um veículo Fiat Palio placa HJG-2076, de Belo Horizonte, usado pelos dois assassinos, foi recuperado na RJ-104.

 

Laudo técnico ajuda a apurar crime

Imagens parciais das câmeras de segurança do local onde o crime aconteceu mostram a chegada do carro conduzido pelos assassinos, além da visualização parcial do desenrolar da execução e, em seguida, a fuga deste veículo. 

Segundo o delegado, a dinâmica do fato acontece após um dos assassinos, que conhecia o ‘ponto cego’ das câmeras de segurança da rua onde morava a mãe do vereador, sair do carro para vigiar a chegada de Lúcio, na porta de casa, no bairro de Santa Bárbara. Ao perceber a presença do carro de Lúcio, uma caminhonete Toyota Hilux prata, um dos assassinos efetua alguns disparos no ombro da vítima, e, após ele cair, mais disparos são feitos na região do abdômen, totalizando 10 tiros.

Após o veículo dos assassinos sair do local do crime, policiais militares perseguiram o carro. “Para aquela área, tinham se deslocado algumas viaturas da Polícia Militar para verificar essas ocorrências. Uma dessas viaturas se deparou com esse veículo em fuga e o perseguiu, quando aconteceu uma troca de tiros. Em seguida, esse veículo foi abandonado em frente a uma concessionária, na Rodovia Amaral Peixoto, em Santa Bárbara. Todo esse desenrolar foi testemunhado por um segurança da corregedoria da PM”, explicou o delegado.

Paulo César Guimarães disse ainda que dentro do veículo utilizado pelos criminosos, a perícia colheu algumas digitais, mas que não resultou em material suficiente para comparações. No entanto, um serviço avançado do Instituto Felix Pacheco (IFP) detectou, após 48 horas, a revelação das digitais em um documento que estava no veículo. 

“Vimos que no final quem adquiriu esse veículo pela última vez foi uma pessoa em Niterói. Sendo assim, identificamos o receptador desse carro, que foi preso por estelionato, resultando na primeira prisão”.

“Após isso fomos para o Rio de Janeiro, onde informações davam conta de que um PM, identificado como Marcos Vinícius Romanazzi Macedo, também teria adquirido esse veículo. Chegamos até ele, e o prendemos por portar arma de fogo e munição que não estavam registradas pela PM, culminando com a segunda prisão”, explicou, para continuar. 


Execução aconteceu em Santa Bárbara

Eleito com 4.103 votos para seu primeiro mandato na Câmara em 2012, sendo o sexto mais votado em Niterói, Lúcio do Nevada se elegeu pelo PRP e era empresário do setor naval. O político foi morto no final do mês novembro do ano passado por cinco tiros, no bairro de Santa Bárbara, após sofrer uma emboscada.

Na época, vizinhos relataram que Nevada saía da casa de sua mãe e se dirigia para um comício eleitoral, porém, um Palio Weekend parou perto do carro do vereador, dois homens desceram do automóvel e dispararam na direção de Lúcio. O veículo do parlamentar, uma pickup Toyota, chegou a ser atingido por cerca de 15 projéteis.

Uma testemunha do crime contou que, em princípio, o parlamentar acreditou tratar-se de um assalto e, por isso, não teria reagido. No entanto, os criminosos demonstraram a intenção de executá-lo, logo, direcionaram os tiros para o vereador. Lúcio do Nevada ainda foi socorrido com vida, porém, faleceu no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca.

 

Investigações – Nas primeiras semanas após a morte de Lúcio, a Polícia Civil chegou a considerar a hipótese de vingança ou traição política. As investigações foram focadas em depoimentos e análise das imagens gravadas por câmeras de segurança de casas próximas ao local do crime. Na lista de depoentes do caso, a Polícia Civil chegou a considerar o suplente de Lúcio do Nevada, o vereador Carlos Macedo (PRP) que, dias depois, teria comparecido à 78ª DP voluntariamente para prestar esclarecimentos.

 

Atentado seria antes

Em depoimento ao titular da 78ª DP, Paulo César Guimarães, o policial militar Marcos Vinícius Romanazzi Macedo, teria dito que a contratante do crime era Mariana Soares Queiros. O delegado disse ainda que o atentado deveria ter acontecido no dia 23, mas que Lúcio teria viajado e a execução foi adiada.

A partir da suposta identificação do contratante e do executor, a polícia Civil foi atrás dos suspeitos que poderiam guardar relações entre si. Os únicos que foram compatíveis com todas essas movimentações eram os suspeitos que levaram às questões políticas. Nesse caso, Mariana Soares Queiroz, a chefe de gabinete do vereador Carlos Macedo, que foi presa e está entre os suspeitos.

“Identificamos ela e as investigações a apontam como contratante do crime. A outra pessoa envolvida é o sargento da PM Jair Martins, que teria sido um dos executores do Lúcio. Identificamos também que para a execução do crime foram contratadas pessoas de Magé, localidade conhecida por abrigar grupos de extermínio”, disse o delegado.

As diligências de Magé ainda estão se desenvolvendo. No entanto, três prisões já foram feitas. Renato dos Santos Almeida, guarda municipal do município, preso com arma de fogo, o Marcos Vinícius Romanazzi, policial militar e o Luiz Cláudio, que não teve a profissão identificada. Todos foram presos com arma de fogo, caracterizando assim o grupo de extermínio, segundo investigações.

O delegado afirmou ainda que o grupo foi contratado por Mariana, e que investigações comprovam que todos os acusados vieram de Magé para Niterói, no dia 25 de outubro, exatamente no dia e horário do assassinato. Essas conclusões os colocam no topo das investigações, associados ao agenciador e solicitante do crime em Niterói. 

 

Macedo é investigado

O delegado disse ainda que de acordo com os depoimentos colhidos durante o processo de investigação, Lúcio do Nevada não tinha inimigos. Por isso ele trabalha com a hipótese do crime ter sido motivado por cobiça. 

“Soube-se que o vereador era muito querido na localidade. As pessoas gostavam dele aqui em Niterói. As investigações não deram conta de nenhuma testemunha que tenha ido contra uma pessoa de boa índole. Não encontramos ninguém que tenha falado mal”, disse Paulo César.

Ele diz que em determinado momento teve um atrito com o Carlos Macedo. O motivo teria sido por uma discordância entre os dois, já que Lúcio recebeu uma proposta de assumir uma secretaria de Estado, possibilitando o suplente, Carlos Macedo, em assumir a vereança para vereador em Niterói.

“O Lúcio recusou essa possibilidade e houve um atrito entre eles, provocando uma cisão entre eles. A investigação não aponta a participação do vereador no crime, no entanto, nós o tratamos como suspeito. Já a sua chefe de gabinete é apontada e indiciada pela investigação como solicitante do crime. As investigações precisam avançar um pouco mais para concluir tudo”, afirmou o delegado.

 

Viagem – O vereador Carlos Macedo foi procurado por O FLUMINENSE. De acordo com a assessoria de imprensa, ele está viajando para visitar familiares e só estaria de volta à cidade no próximo dia 3. O local não foi divulgado pela assessoria.

 


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 48 comentário(s)
  1. Slackliner - 29/01/2013 - 20:07

    É muito bandido neste mundo !!!

  2. joão - 29/01/2013 - 15:45

    e o vereador Carlos Macedo, ele é o maior responsavel, pois ele acabou se beneficiando com a morte de lucio!!!
    Não é possivel que ele não seja responssabilizado....
    vergonha!!!!!
    vergonha!!!!!

  3. sabe td - 29/01/2013 - 13:50

    isso tem q ir + a fundo,

  4. Julio - 29/01/2013 - 14:01

    Vcs ñ sabem a alegria que estou em saber q a justiça está sendo feita. Este Macedo prejudicou muitas familias (eu principalmente fui enganado por ele e sua quadrilha quando eu morava no Cond. amigos da paz). Agora só falta chegar ao principal beneficiário deste triste mandado.

  5. Partido - 29/01/2013 - 14:16

    Obrigado por "publicar" meu comentário. Seu frouxo.

  6. Renato Augusto - 29/01/2013 - 16:03

    João Não tem como o Carlos Macedo não pagar..ta na cara que foi ele,como a chefe de gabinete dele ia mandar matar..e ele não ia saber,ela ficou com medo de perde o emprego e contratou o pessoal para matar,CLARO QUE NÃO!!! ele foi covarde não aceitou perde não teve capacidade de reeleger,e propos a Lucio assumir uma camara e ele não quis,pq lutou muito para chegar la,e ele vendo que nao tinha jeito fez essa covardia,COVARDE,isso tudo por dinheiro,pode ter certeza CM vc vai pagar por tudo isso.

  7. Renato Augusto - 29/01/2013 - 15:49

    Ele ainda foi covarde pq nem coragem de matar ele teve,ele foi covarde pois não soube perde,infelizmente isso é o cheiro da politica,e a policia esta de parabéns pois pensei que tinham abafado o caso,e a dona Mariana a chefe de gabinete que contratou era bom ela lembrar que tem filho imaginem se fizesse isso com o filho dela...e mais um desabafo,mais to feliz em ver que justiça existe ainda,e LUCIO DO NEVADA ETERNAMENTE....nada vai apagar seu brilho que eles pensem antes de fazer maldade.....

  8. roberto mesquita - 29/01/2013 - 19:59

    porque sera que tem sempre um policia envolvido ,nas mortes !

  9. Renato Augusto - 29/01/2013 - 15:44

    Saba o que acontece,infelizmente ele viu que nao conseguiria mais roubar por isso ele fez isso..eu pensei que a justiça não iria funcionar e estava na cara que o unico que se benificiaria disso era o SR.Carlos Macedo o Evangélico amigo do povo,isso me da uma vergonha ao mesmo tempo uma revolta em 20 anos de mandato não fez nada por Niterói a unica coisa que fez e será lembrado será o assasinato de Lucio Do Nevada que tinha um projeto lindo e ainda foi covarde pq mandou matar desejo que pague!CM

  10. CABO JULIO 12º BPM ou JULINHO DO LARGO DO MARRÃO - 29/01/2013 - 16:50

    Eu fico pensando na familia do Lucio do Nevada, por mais que se façam justiça nada irá superar a perda sofrida por essa familia.

  11. leonardo lima - 29/01/2013 - 17:40

    Emfim justiça. mais e o Vereador Carlos Macedo ? nada ?

  12. jr - 29/01/2013 - 17:47

    estes são o tipo de politico que nos temos, mas o culpado não são eles não o culpado são os eleitores que botam estas tralhas la dentro.
    e VIVA a DEMOCRACIA.
    BRINCADEIRA.

  13. CARLOS ARTUR - 29/01/2013 - 11:49

    Queremos justiça... Não queremos uma câmara manchada de sangue...

  14. francisco - 29/01/2013 - 17:55

    Para completar a justiça, este Sr tem que ter seu mandato cassado. É o mínimo que se espera do legislativo municipal.

  15. Patton - 29/01/2013 - 17:58

    "Política é hospedeiro do Diabo" .

  16. visitante - 29/01/2013 - 12:21

    Que honra para a polícia elucidar este caso, parabéns pelo empenho de vocês. A justiça será feita.

  17. Justiça - 30/01/2013 - 13:39

    Somente hávera justiça quando a policia provar que quem mandou fazer, foi o Macedo, ESSA CHEFE DE GABINETE E BUCHA.
    Vai enganar outro.

  18. Justiça - 30/01/2013 - 13:55

    Tenho certeza que a policia vai prendere o real culpado, a familia e amigos do Lucio, lamentações, pois ele tinha exelentes projetos para Niteroi.

  19. CARLOS ALBERTO DE MIRANDA - 29/01/2013 - 21:31

    O mais terrível é que o Amigo Lúcio não precisava do dinheiro da Política, só queria ser Vereador para fazer bons projetos para o povo, fica em Paz Lúcio a polícia está fazendo a sua parte.

  20. CARLOS ALBERTO DE MIRANDA - 29/01/2013 - 21:32

    Parabens a Polícia de Niterói, doa a quem doer

  21. isis2000 - 30/01/2013 - 14:07

    há a probabilidade do Carlos macedo ser inocente, conheci a mariana, ela era metida e ambiciosa, pra ela era vantajoso que o Carlos macedo fica-se no cargo. ela pode muito bem ter feito isso por motivos próprios, o Carlo macedo tem bastante tempo de politica e é inteligente o bastante pra saber que seria o principal suspeito, ele não iria por toda uma carreira em risco por causa de uma pequena derrota. e o Lucio não e nenhum santo,procurem saber como ele fez pra aumentar a fortuna em pouco tempo

  22. Chaynne - 30/01/2013 - 08:47

    Prezados,

    Fico imaginando a familia do nosso amigo LUCIO, por mais que a justiça seja feita, não trará ele novamente.
    Penso que Papai do Céu criou uma casa legislativa para ele ser o melhor vereador lá no céu. Aqui na terra que é lugar de politicos nojentos, corruptos e mentirosos. Chega de Política não voto mais em ninguem.

  23. boca do povo - 30/01/2013 - 16:03

    quem nao conhece o vereador carlos macedo nao pode falar nada, nao acharam nada que culpe ele, aponta o dedo e mole quero ver olha os 2 lados da moeda!!!
    carlos macedo os moradores da ponta d'areia e morro do castro estão torcendo pra vc provar sua inocência logo e cala a da oposição!!

  24. menina - 30/01/2013 - 09:06

    Gente está na cara quem mandou matar,vamos ver se ele será preso...

  25. Rosangela - 30/01/2013 - 10:17

    Parabens pelos esclarecimentos desse caso, excelente jornal!!

  26. carlos - 30/01/2013 - 11:43

    Todos têm que morrer na cadeia, principalmente a chefe de gabinete deste bandido.

  27. crystal - 30/01/2013 - 20:29

    Agora, isso é que é secretária boa, nota 10! Manda até matar! Funcionária do ano!!! Que tipo de relação será que o carlos tem com ela? Para que ela aceite se sujar dessa forma, carregar uma morte por causa do chefe é coisa muitooo estranha.

  28. jose carlos - 30/01/2013 - 22:03

    é muita cobiça inveja.
    se recebessem como o povo, só um salário mínimo, não haveria tanta tragédia e violencia neste meio politicoe chega a ser nojento. mas uma vez os bandidos usavam uniforme.

  29. anonimo - 30/01/2013 - 20:50

    Se a funcionária é a mentora do assassinato, para poder beneficiar seu patrão, logo este tem que ser cassado!!!

    Que se faça justiça..

    E para quem achou que a morte do Lúcio não iria dar em nada, aí está a resposta, uma investigação de 3 meses, com a resposta que a sociedade de bem aguardava.

  30. Justiça - 30/01/2013 - 22:45

    Por que a mandante é a Mariana, porque fez os contatos??? Quem deu a ideia e se beneficiou? Quem pagou? Cadeia também pro Vereador, que não podia perder a boca rica. Justiça. Esse país precisa colocar o alto escalão da política na cadeia.chega de roubar o povo.

  31. ana - 30/01/2013 - 23:49

    Investiguem investiguem muitos nomes hão de surgir.Esse vereador não merece assumir.com que tipo de gente se envolve????
    PArabéns a POLÌCIA>Bonito trabalho.A população de niterói agradece.

  32. Democrata - 30/01/2013 - 13:09

    Esperamos que o presidente da Câmara assuma seu papel de líder e tome a iniciativa para afastar este crápula covarde pastor safado e assassino do carlos macedo.

  33. marcia - 31/01/2013 - 18:08

    E facil falar de quem nao conhece mais conhecemos o Carlos Macedo sabemos que simples humano amigo humilde e solidario nos vizinhos dele moradores de sua rua

  34. marcia - 31/01/2013 - 18:13

    fomos criado juntos sabemos que ele nao tem esta hiduleie e de um bom coraçao o que esta chefe gabinete fez

  35. marcia - 31/01/2013 - 18:18

    foi loucura nos seus vizinho e amigos estamos au seu lado e pricipalmente seus eleitores itmaos estamos orando por voce tenha certeza que jesus esta au seu lado tambem força amigao o senhor e o meu pasto e nada te faltara

  36. marcia - 31/01/2013 - 18:40

    que me perdoa estas pessoas quetao fazeno estes comentario

  37. marcia - 31/01/2013 - 19:01

    estao cegos ou estao sendo compradas porque isso nao tem o conhecimento do Carlos Macedos isso e coisa de pessoa

  38. Antonio - 01/02/2013 - 14:05

    É muita gente falando coisas sem saber , julgando o Carlos Macedo sem saber a fundo dos fatos. Se a Mariana fez isso é uma coisa dela ,erro dela ,atitudes de gente maluca , isso não significa que Carlos está junto , foi o mandante do crime. Acho que justiça sim tem que ser feita a quem mandou ,a quem fez ... Agora que não tem nada com isso não tem que pagar pelo erro de outras pessoas não. Força Macedo estamos juntos 44123 sempre.

  39. Mônica - 02/02/2013 - 15:02

    Ele nao sesconde de ninquem adoramos ele e filho que todas as maes queria ter sua rua ti ama você leva alegria para quem esta triste você epelas familias e pela vida força que estamos juntos e misturado estamos au seu lado e da sua familia de eleitores e moradores

  40. Mônica - 02/02/2013 - 14:44

    E de muita luta nao foi facil nos acompanhamos passo a passo e uma carreira linda que nos eleitores moradores amamos de mais jamais irria com cordar de uma coisa tao sordida que aconteceu

  41. Mônica - 02/02/2013 - 14:49

    Com amigo colega dele do mesmo partido ele esta sofrendo tanto quanto a familia do Lucio do Nevada vosseis nao tem noçao disso ele estava ate agredeceno os seus eletores que votaram nele e ate esta dando ate a proscima eleçao uma pessoa que tem carinho pelo povo

  42. Mônica - 02/02/2013 - 14:41

    Ele faz o que ele gosta de ficar do lado do povo nao tinha nem um conhecimento desta loucura ele tem muito anos de politica nao e a se suja com uma insaniedade dessa sua carreira politica

  43. Mônica - 02/02/2013 - 14:36

    boa teve os pais que foi escemplo de bondade que ajunda todos os vizinhos amigos deles ele e casado com o povo

  44. Mônica - 02/02/2013 - 14:25

    comentarista nos estamos uma democracia maisfala de coisas que nao tem certeza e crime

  45. Mônica - 02/02/2013 - 14:28

    Carlos Macedo e uma pessoa amada por todos pricipalmente no seu bairro e uma escelente amigo vizinho como disse a outra que escreveu e bom de coraçao

  46. Mônica - 02/02/2013 - 14:31

    E humano com as pessoas nao falam nem acuzem as outras desta forma deus etavendo vos seis tem que pensar que o que nao queremos para nos nao

  47. Mônica - 02/02/2013 - 14:34

    fazemos para os outros fazer comentario sem saber de nada so se estiver sendo comprado porque uma pessoa como Carlos Macedo e uma pessoa de familia

  48. Vania - 21/02/2013 - 22:24

    Nossa!!!! Mônica e Márcia .......
    putz quanta ignorância .......

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Fale com
a Redação

(21) 2125-3065