PolíciaCivil

Civil prende 50 em 'famoso' prédio da Amaral Peixoto

5
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Ruy Machado 09/07/2013

Operação tinha objetivo de cumprir 492 mandados de busca e apreensão em edifício conhecido como ponto de prostituição. Indícios revelam envolvimento de policiais

A Corregedoria Geral Unificada (CGU) e o Ministério Público do Estado do Rio realizaram na tarde de terça-feira, uma mega operação batizada de Dionísio para cumprir 492 mandados de busca e apreensão num edifício na Avenida Amaral Peixoto, no Centro de Niterói, onde funcionariam prostíbulos. Ao todo mais de 400 agentes foram mobilizados. 

Segundo a polícia, nos locais usados para exploração sexual, os agentes encontraram cadernos com a contabilidade de programas e despesas, tabelas com preço e tempo de duração, máquinas de cartão de crédito, drogas, munição e preservativos.

O material foi apreendido e levado para 76ªDP (Centro). Mais de 50 pessoas que estavam nos apartamentos que eram usados como prostíbulos foram detidas e encaminhadas às distritais do Centro, de Icaraí (77ªDP), de Jurujuba (79ªDP) e do Fonseca (78ªDP).   

De acordo com o delegado Marcelo Fernandes, que comandou a ação, durante as investigações - que contaram com apoio da Inteligência da Secretaria de Segurança - foram observados indícios de envolvimento de policiais na exploração do sexo.

Durante a operação na terça-feira, os agentes lacraram a entrada e a saída do prédio, impedindo a entrada e saída de pessoas sem que tivessem passado por revista. Ao todo 11 andares foram vasculhados. Os policiais verificaram ainda a prática de crimes como agiotagem, segurança ilegal e exploração de menores.

“As pessoas detidas aqui serão interrogadas. Nossa intenção é chegar às pessoas que comandam esta exploração. Havia a informação de que poderíamos encontrar pessoas ligadas ao tráfico de drogas do Morro do Estado aqui, mas isso não foi confirmado. Nosso objetivo é trazer dignidade aos moradores deste local, que convivem com este tipo de situação. Existem aqui moradores idosos e crianças”, declarou o delegado.

O presidente do Conselho de Segurança de Niterói, Leandro Santiago, comemorou a ação. “Os moradores que ali residem são intimidados com o ambiente e muitas vezes não denunciam os casos. O crime se aproveita disso e acaba agindo neste silêncio”. 

A ação contou com o apoio das corregedorias da PM, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros.

Detalhes – Nos apartamentos usados como prostíbulos, além de estruturas precárias e improvisadas, as tabelas de preços afixadas nas paredes informavam que os programas variavam de R$ 30 a R$ 300 reais. 

De acordo com uma das garotas de programa, seu faturamento médio mensal ultrapassa os R$ 4 mil. “Eu tenho família. Crio meus dois filhos. Tinha um emprego lá fora. Antes fui dona de um salão de beleza, mas aqui faturo mais”, revelou.

Outras mulheres contaram que alugam o espaço, mas que não sabiam quem era o proprietário. Os preços do aluguel variam de R$ 600 a R$ 2,6 mil. “Todo mês vem um homem aqui e recolhe o dinheiro”, disse.  

Risco – O prédio segundo o delegado, também apresenta risco de desabamento e incêndio. O espaço - disse ele - estaria funcionando sem autorização do Corpo de Bombeiros. “A investigação do Ministério Público aponta que o prédio de 11 pavimentos e 341 apartamentos não possui nenhuma condição de habitação. Além disso, no local não há equipamento de combate a incêndio, como mangueiras e extintores”.

De acordo com o delegado, estas informações constam em um laudo da Defesa Civil, anexado ao inquérito.

Combate – Em junho, outra ação desencadeada por policiais da 76ª DP terminou com a interdição de uma casa de prostituição que funcionava no no mesmo prédio. No local os agentes encontraram três mulheres trabalhando. A gerente do estabelecimento foi presa em flagrante. Além disso, foi apreendido material relativo ao funcionamento da casa, como preservativos, inclusive um quadro com o tempo e os valores dos “programas sexuais”.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 28 comentário(s)
  1. Zebolha - 10/07/2013 - 18:13

    Os comentários estão melhores do que a própria matéria, Porto seguro foi demais, é isso aí Ziquizira!!!!!!

  2. sheila - 10/07/2013 - 18:19

    vivemos no mundo de contradições, onde o certo é errado e o errado é o certo, odeio quando falam em pagar fiança, ou propina pra policia pra ser liberado, todo mundo quer arrumar um meio de ganhar dinheiro , la dentro nao tem ninguém roubando, estão trabalhando em lugar sujo e mal visto pq se fosse em lugar de nome, nao iria pra imprensa cada um ganharia o seu sem ninguem perturbar, até a polícia ganharia com sempre........

  3. Thiago Affonso - 10/07/2013 - 16:12

    E no dia seguinte... tudo volta ao normal no "Palácio da Sacanagem"!

  4. Cidadão - 10/07/2013 - 00:54

    "O prédio segundo o delegado, também apresenta risco de desabamento" - A reportagem está correta? O Delegado disse isso mesmo?? Caso positivo o que estão esperando para lacrar o prédio? Uma desgraça? Se existe a ameaça de desabamento TODOS devem sair imediatamente, inclusive as lojas de baixo (até a Caixa) e providências URGENTES devem ser tomadas. Será que estou errado??

  5. Diego Silva - 10/07/2013 - 01:15

    Até que emfim que milagre, espero que não seja só maquiagem porque geralmente nem uma semana depois volta tudo! E agora o prédio todo está em risco de desabamento, assim como outros prédios no centro de Niterói estão em péssimas condições!
    Existem outras casas de prostituição pelo centro, espero que as investigações cheguem até lá.
    Até logo casa das primas!

  6. Gomorra - 10/07/2013 - 16:24

    Já que o prédio está quase desabando, vamos logo implodi-lo antes que seja tarde, ora.

  7. Os Primos - 10/07/2013 - 17:34

    Segundo Minhas fontes as Primas já estão na ativa, vamos lá confrades, rumo a CEF

  8. Revoltada - 10/07/2013 - 17:36

    Corre risco de desabamento???? Gente tem que avisar a todos da redondeza. Tem prédios atrás e ao lado. Meu Deus alguma coisa tem que ser feita.

  9. Mandragora - 10/07/2013 - 16:48

    Se não tivesse demanda não haveria oferta, ou seja, se não houvessem clientes... a população puritana de nikiti não admite, mas tem procura então, elas tem que trabalhar em algum lugar.

  10. Rennan Campos - 10/07/2013 - 02:25

    Titulo malicioso e inverídico,pela falta de domínio, na verdade não foram presas 50 pessoas, foram detidas, e muitas delas servem de testemunhas neste tipo de crime.

    Pois são vitimas e não criminosas.

    Como a própria matéria informou, foram detidas, mas detenção dá menos ibope do que prisão né.

  11. Leitor!! - 10/07/2013 - 02:35

    Só pq foi a corregedoria msm, pq a 76° LUCRA MAIS QUE OS DONOS DOS PUTEIROS, é a que mais ganha ali!! $$$ SEMANA QUE VEM TÁ TUDO FUNCIONANDO DE NOVO!!

  12. Ziquizira - 10/07/2013 - 17:51

    UFFAA!!! bateu na trave, tinha acabado de sair de lá 5 minutos antes. E agora vou pra onde ???? Acabaram com o meu porto seguro !!!!

  13. chico - 10/07/2013 - 19:50

    põ acabou com a diverssão da galera cade as primas.

  14. O Demolidor - 10/07/2013 - 19:18

    Atenção C.E.F. , esse prédio corre o risco de desabamento. É melhor evacuar e procurar urgente um puxadinho na própria Amaral Peixoto.

  15. alana prima - 11/07/2013 - 00:36

    deixa a gente trabalhar em paz os cana já levam o deles querem mais oq se as primas todas forem pras ruas vai da ruim deixem a gente em paz não estamos roubando estamos trabalhando

  16. Ziquizira - 10/07/2013 - 20:28

    As primas voltaram ao point? Que bom saber disso, vou lá amanhã sem falta >> Valeu a informação !!

  17. Edi Cristal - 11/07/2013 - 17:49

    Poxaaaaaa fiquei desempregada! #quasefalida

  18. Zé Ninguém - 11/07/2013 - 15:18

    Muito bem, agora toda essa força-tarefa tem que se dirigir para o Sabão e Preventório. Lá o bicho pega de verdade e ninguém vai. No asfalto e com todo esse aparato, com direito à cobertura da mídia, é moleza.

  19. carla - 11/07/2013 - 15:33

    Estão todas na ativa. Não adiantou nada. Luzes piscando e música alta. O prédio está caindo aos pedaços. A prefeitura e a defesa civil deveria interditar o prédio imediatamente. É um risco para todos ao redor. ACORDA PREFEITURA!

  20. joao - 11/07/2013 - 20:09

    Só mesmo o MP para combater e a CGU atuando. O prédio fica na mesma calçada da 76ª DP,há pouco metros de distancia a pé. É lógico que a 76ª recebe dinheiro para não fazer nada. Corrupssão . Alô MARTA ROXA, está esperando o que para fazer faxina na 76ª????
    Alô Bombeiros, estão esperando o que? Pegar fogo para remover centenas de mortos?
    Socorro Prefeito... já não basta o Morro do Bumba??????

  21. O vingador! - 11/07/2013 - 15:47

    Olha aí rapaziada, vocês que ficam denunciando o lazer da turma, e melhor tomarem cuidado, porque se acabar com o prédio das primas, vamos pegar suas mulheres....kkk

  22. Ricardo - 11/07/2013 - 08:02

    Agora falta terminar com os apartamentos de prostituição da Galeria Gold Star, da são Jõao e do prédio do banco do brasil na Amaral!!!!

  23. B. Souza - 11/07/2013 - 13:47

    bom... só queria salientar que tudo que age na irregularidade é algo que nos prejudica e alguem ou alguns estão levando muito dinheiro em cima de nós que vivemos em uma sociedade e pagamos inumeros impostos e taxas.enquanto eles ganham muito sem serem punidos! mas emfim, frequentava de vez em quando a Caixa e gostava de algumas meninas ali, programa para desestressar com um valor bem acessível.... o negão aqui fica doido!!!!

  24. Ismael Vicente Ferreira Junior - 11/07/2013 - 13:52

    Esse trabalho tem que ser constante o prédio ja esta funcionando de n ovo falam os jornais de hoje.

  25. ALEX - 12/07/2013 - 17:54

    Prenderam os PM's que são donos dos biongos? Então não adiantou nada!

  26. Wilson Gomes Cruz - 12/07/2013 - 19:27

    Já devia estar interditado a muito tempo. Mas a corrupção é tão grande que nunca vai avante...

  27. Vergonha - 13/07/2013 - 11:35

    Olhem nos registros. Já houve assassinatos no mesmo local e nunca houve solução! Muito policial envolvido. Execução de um Defensor Publico anos atras, nada solucionado..... Só implodindo! Cadeia aos criminosos!

  28. José Carlos - 15/07/2013 - 11:40

    Já tá tudo funcionando de novo, aquilo li é lixão.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.