PolíciaPolícia

Polícia encontra corpo de jogador de futebol em Niterói

3.5
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Aline Balbino 06/08/2012

Maurício Alves Carvalho foi achado com mãos e pés amarrados e marcas de tiros na cabeça. Local onde vítima foi localizada é usado para execuções por traficantes locais

Foi encontrado o corpo do jogador de futebol, no alto da favela do Arroz, próximo a caixa d’água da comunidade, no Centro de Niterói, na tarde desta segunda-feira. Maurício Alves de Carvalho, de 21 anos, estava desaparecido desde a última quinta-feira. Ele foi achado com as mãos e os pés amarrados e com marcas de tiros da cabeça. Ele foi visto pelos amigos e parentes pela última vez enquanto cortava o cabelo na comunidade Nova Brasília, Zona Norte da cidade, onde morava. A Polícia Civil ainda não encontrou nenhum suspeito do crime. 

As buscas começaram por volta das 16 horas e contou com homens do 12º BPM (Niterói) e policiais civis, comandos pelo delegado Alexandre Leite, titular da 76º (Centro). Os agentes relataram que o local em que o atleta estava enterrado é usado para execução de pessoas por traficantes da região. De acordo com o relato dos policiais, diversos pertences pessoais, como sapatos e camisas foram encontrados no local.

Segundo Alexandre Leite, o corpo bateu com descrição dada pelos familiares: bermuda jeans e camisa escura. O corpo seguiu para o Instituto Médico Legal de Tribobó, em São Gonçalo.

 “Ainda não houve o reconhecimento oficial, que deve acontecer amanhã (hoje), por conta do estado emocional dos parentes, mas tudo indica que a pessoa que encontramos no local seja o Maurício”, afirmou o delegado.

Ao ser informada pelo delegado sobre o corpo encontrado, a mãe de Maurício, entre lágrimas, pediu para  que a polícia encontre os responsáveis pelo assassinato do jogador. “Por favor, doutor, só peço que o senhor não deixe de buscar quem fez isso com meu filho”, desabafou Maria Marta Domingos, 54 anos.

Com medo de represália, um amigo, que preferiu não se identificar, contou que estava na barbearia, na quinta-feira, enquanto o amigo cortava o cabelo. Segundo ele, o jogador mantinha relações amorosas com duas garotas de programas, ‘D’ e ‘F’. A segunda estava no estabelecimento comercial com a vítima no dia do desaparecimento.

“‘F’ ficava apressando ele a todo o momento. Depois disso, ela pegou um mototaxi e desceu para o Centro, dizendo para ele encontrá-la no shopping, para comprar um presente para ‘D’, que estaria grávida dele. Quando ele chegou ao Centro, ela o convidou para ir para um motel, que fica na subida morro do Estado. Depois disso, ele não foi mais visto”, relatou o amigo da vítima.

Andréa de Carvalho, amiga da vítima, de 54 anos, afirmou que Maurício estava envolvido com as duas mulheres a cerca de um mês e meio. Ela também contou que motivado pelo ciúme, o atleta havia agredido fisicamente ‘D’ em uma festa, em Nova Brasília.

“Infelizmente isso aconteceu com ele. Todos nós sabíamos que Maurício estava tirando passaporte para realizar testes com um time estrangeiro”, comentou.

Maurício foi artilheiro da Copa Sendas e passou pelos times de Guaratinguetá e São Caetano. Ele estudava propostas para jogar no São Gonçalo Futebol Clube e outro do exterior.

 

 


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 14 comentário(s)
  1. carlos - 06/08/2012 - 19:57

    O pior que tudo isso acontece nas barbas dos corruptos do GPAE, tudo ordenado pelo traficante conhecido como ÄNÃO¨que está preso e continua dando as ordens de dentro da cadeia.

  2. Diego Silva - 07/08/2012 - 01:17

    É Triste, em uma cidade como essa, morros (comunidade) ainda são dominadas por bandidos cruéis que fazem isso, é só a polícia fazer operação e procurar bem pra prender todos, e apreender armas.

  3. Felipe - 07/08/2012 - 14:29

    Se meteu em encrenca, de graça. Andando com garotas de programa, bate em uma delas e ocorre essa covardia...Deus o receba em seus braços e que sua mãe receba ajuda nessa hora. Meus pêsames. Segurança já!!Cabo Julio é candidato, né?

  4. CABO PM JULIO 12º BPM ou Julinho do Largo do Marrão - 06/08/2012 - 22:33

    Srº Carlos, a distancia entre o GPAE e o local onde ocoreu o fato é grande, o GPAE fica no morro do Estado e o fato aconteceu do outro lado. O senhor não pode acusar os PPMM sem ter provas. Pq os moradores nãi ligaram para a policia antes de acontecer o crime? Moradores de bem do morro do Estado, liguem para o DD 2253-1177 ou para P2 do 12º BPM 2717-6865 e denunciem os criminosos que cometeram essa barbaridade.Eu sempre estarei a defender toda comunidade e os moradores de bem da cidade Niterói.

  5. EU Falo mesmo - 06/08/2012 - 22:38

    Aperta as meninas, trabalha elas d,quele jeito que entregará tudo, se aprofundar desse ter caroço nesse angú, safados fazer isso com garoto que não era bandido, faccoes diferentes será que é isso, garota de programa deve ter levado ele para arapuca, crocodilagem, logo ali no danubio na subida do morro tem uma escada ao lado que da acesso a comunidade, gete de bem do estado denuncie quem fez, amanha pode ser um filho seu pego covardemente, em outra comunidade de faccao diferente, de um basta.

  6. Wagner dos Santos - 07/08/2012 - 15:02

    Pessoal, vamos acabar com a hipocrisia... todas as pessoas de bem das comunidades sabem que a policia, colabora com toda essa barbárie... pois recebem dinheiro para que o tráfico impere livremente... No Morro da Chácara a boca de fumo fica aberta 24 horas/dia... Basta querer acabar mas o arrego fala mais alto.

  7. Junior - 07/08/2012 - 07:22

    Concordo com o cabo Julio, se vc não nada então não fale besteira, o cara foi pego do outro lado da cidade não tem nada a ver com o GPAE, E EU JÁ VI A EFICIÊNCIA DO CABO JULIO EM AÇÃO ELE É O TERROR DA BANDIDAGEM, PARABÉNS CB JULIO.

  8. Voz do Povo - 07/08/2012 - 16:03

    CB. Julio, não me leve a mau, mas de que forma você pede para que os moradores denunciarem essa bandidagem do morro da chacará, estado ou arroz? pois fica tudo no mesmo complexo e fica perto do GPAE,sim senhor!Não é de hoje que venho aqui mesmo nesse cantinho direcionado apenas a comentário e não a propaganda politica que os vagabundos do morro do estado estão vendendo drogas, matando e abusando de gente de bem na localidade da chacará e até hoje ninguém foi pego. Isso já não seria uma denuncia?

  9. Baretta - 07/08/2012 - 19:56

    Agora é só pegar os meliantes e pronto, menos alguns nas pistas . Com certeza, vai ser tudo rapidinho.

  10. CABO PM JULIO 12º BPM ou Julinho do Largo do Marrão - 07/08/2012 - 09:26

    Com a mais absoluta certeza vai aparecer um morador de bem que irá denunciar, não deixem essas barbariedades acontecerem em suas comunidades. Denunciem todo e qq criminosos. SE vc se calar, amanha poderá ser o seu filho; sobrinho; neto ou qq ente querido seu. Vamos colaborar com a Polícia, liguem para o DD 2253-1177, 12º BPM 2717-6865 ou vá até a Delegacia que investiga o caso e relato tudo ao delegado, sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo.

  11. regina alves de s. amaral - 07/08/2012 - 21:28

    Acho impossível que nenhum morador tenha ouvido o sofrimento desse rapaz. Não ligaram porque preferiram ser CONIVENTES com os bandidos.Todos tem culpa pela morte dele.Por isso que não acaba a bandidagem por aqui., Simplesmente a comunidade não ajuda a policia e a policia não tem bola de cristal.Medo não é desculpa para ser covarde.

  12. Amigo do Cabo Julio 12ºBPM - 07/08/2012 - 13:23

    Povo de bem da comunidade, suplicamos ajuda de vcs para um dia melhor, uma vida melhor, desse jeito não pode continuar, banalização da vida humana, um Jovem com futuro promissor pela frente acabar dessa forma, e agora familia?, uma mãe sem seu filho uma dor que não tem remédio, então mãe,ávó se coloque no lugar dessa mãe, e vamos fazer justiça denuncien esses mostros, vamos colocar a cabeça no travesseiro tranquilos, deve cumprido, contamos com vcs povo de bem por futuro melhor, mudanças ja.

  13. Amigo do Cabo Julio 12ºBPM - 07/08/2012 - 13:27

    CB julio vc tem uma grande parcela no aumento de denuncias contra esses maus feitores, continue promovendo os numeros do batalhão, e agradecimento a direção do jornal de fazer esse blog, de grande valia para sociedade niteroense, parabens,povo de bem das comunidade não esmoleça na luta continue denunciando no anonimato e sem falar com ninguem no segredo, vcs conseguem limpar a comunidade, para uma vida melhor para os filhos e netos, denuncie eles cadei para eles, tudo de errado no morro denuncie

  14. Amigo do Cabo Julio 12ºBPM - 07/08/2012 - 13:32

    Cb Júlio o Gpae faz ronda diaria no morro?, pode melhorar isso, interação com a comunidade, instalaçoes de cameras de vigilancia escondidas, v que é um grande profissional na area de segurança, vc e sua equipe de confiança, o que sugeri para melhorar os trabalhos de policiamento em comunidades?, teria que ter cursos profissionalizantes para os jovens, esportes, incentivos, empresas tendo desconto em imposto para promover isso em comunidades, so assim teremos um futuro melhor, CB Julio ajuda eles

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.

Publicidade:



Redes Sociais






Fale com
a Redação

(21) 2125-3065