PolíciaPolícia

Polícia Civil realiza megaoperação contra o tráfico de drogas em Itaboraí

3
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Aline Balbino 31/05/2012

Um dos maiores traficantes de drogas do estado comandava o tráfico na cidade de dentro do presídio. Outras 25 pessoas foram presas e entorpecentes foram apreendidos

Uma megaoperação, intitulada “Pente Fino”, desencadeada por policiais civis de várias delegacias distritais e especializadas para reprimir o tráfico de drogas em várias comunidades de Itaboraí, culminou na prisão de 25 pessoas. A ação visava cumprir 33 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão, expedidos pela Justiça, a partir de investigações desencadeadas pela 71ª DP (Itaboraí), sob o comando do delegado-titular, Wellington Vieira.

Também foram apreendidos 400 papelotes de cocaína, motos, celulares e material para endolação de drogas.

Através de investigações, a polícia civil identificou um homem, apontado como sendo um dos maiores traficantes do estado, estava comandando o tráfico de drogas em Itaboraí de dentro da cadeia. O suspeito foi preso no dia 26 de janeiro de 2009, em Copacabana. Ele é acusado de diversos crimes como tráfico de drogas, associação ao tráfico, falsificação de documento público e posse e porte ilegal de arma.

Ele foi condenado a 32 anos e seis meses de prisão e cumpria em regime fechado na Penitenciária Bangu 3, na Zona Oeste do Rio. Além desse acusado, mais quatro pessoas que estavam presas, uma em Bangu 3 e três no Presídio Ary Franco, em Água Santa, foram encaminhadas para a delegacia para prestar depoimento, elas também são acusadas de envolvimento com o tráfico.

Ameaça - As investigações começaram em fevereiro e foram comandadas pelo delegado titular da 71ª DP (Itaboraí), Wellington Vieira. Ele informou que um outro objetivo da operação é encontrar os homens acusados de ameaçá-lo de morte.

“Essa operação foi desencadeada para prender esses criminosos, mas tendo em vista as ameaças que eu recebi, a chefe da Polícia Civil desencadeou essa operação. Essa foi a resposta aos criminosos para mostrar a força da polícia e evitar que novas autoridades sejam ameaçadas como aconteceu com a juíza Patrícia Acioli”, disse ele se referindo à execução da magistrada, que foi morta no dia 11 de agosto do ano passado, com 21 tiros na porta de casa, em Piratininga, Região Oceânica de Niterói.

Segundo Wellington Vieira, delegado titular da 71ª DP (Itaboraí), um bilhete ordenando sua morte foi encontrado por policiais no bairro de Nova Cidade. O delegado informou que a Chefe da Polícia Civil, Martha Rocha, ofereceu uma escolta formada por profissionais da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) para protegê-lo. Ele não aceitou a escolta, pois afirma confiar nos agentes da distrital que o ajudam na segurança.

Cerca de 110 agentes participaram da operação, que esteve às 6 horas de ontem nas comunidades do Catiço, Barreiro, Quiçamã, Reta, Nova Cidade e Engenho Velho, todas em Itaboraí.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 6 comentário(s)
  1. Valdo Barros - 31/05/2012 - 19:12

    E o pior daqui uns meses ou até dias estarão nas ruas dando trabalho a Polícia. Alguem duvida?

  2. PAULO CESAR OLIVEIRA - 01/06/2012 - 08:16

    Como pode alguém de dentro do presídio comandar o tráfico de drogas?

  3. Mauricio - 01/06/2012 - 09:48

    Aqui é Brasil, onde as leis são a favores de bandidos, estrupadores, assassinos,traficantes, politicos ladrões... etc.. Qual politico vai inventar uma lei que prejudique ele mesmo?

  4. Santos - 01/06/2012 - 12:01

    Aproveita o imbalo autoridades e fazem uma operação dessas nos bairros de São gonçalo como Joquey, Anaia, Coelho, Bairro almerinda etc... Pois o caos esta solto lá e ninguem ve assalto diareamente.

  5. REVOLTA - 01/06/2012 - 13:58

    e sempre em sao gonçalo, nunca vejo operação em niteroi, ou quando vao fazer em niteroi nunca prendem ninguem estranho ne

  6. MAPI - 01/06/2012 - 15:28

    Hoje, na Região Oceânica está ocorrendo uma movimentação intensa de helicópteros.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.