CidadesExposição

Exposição movimenta o orquidário do Horto Botânico do Fonseca, Niterói

4.5
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Natalia Kleinsorgen 03/11/2012

Espécies de orquídeas estão expostas durante todo o mês de novembro no jardim zoológico da cidade e cerca de 800 vasos das mais belas variedades encantam todos os visitantes

As orquídeas nascem durante o ano todo. É também durante o ano que várias espécies se mantêm expostas no Horto do Fonseca, mais precisamente de terça-feira a domingo, de 8h as 17h, onde se tornaram o principal chamariz para visitas, depois do fechamento do zoológico.

 Este fim de semana, no entanto, o orquidário do local abriga uma exposição que só acontece duas vezes ao ano, geralmente em maio e novembro.

“Realizamos em maio porque é o mês das mães e das noivas, aí nos aproveitamos das datas comerciais. Quanto a novembro, é um mês marcado pela primavera, quando as pessoas apresentam mais interesse por flores”, acredita o diretor técnico do projeto, Rodrigo Aragão, de 54 anos, que também é hibridizador, aquele responsável por “testar” novas combinações e espécies de orquídeas.

São aproximadamente 800 vasos de diferentes tipos, entre originais e produzidas em laboratório, para serem comercializadas e observadas pelos mais de 5 mil visitantes aguardados pela organização. Na natureza, podem ser encontradas cerca de 30 mil variedades de orquídeas. As hibridizadas chegam a 120 mil.

Ao produzir uma nova espécie, é necessário solicitar um registro na Inglaterra, que comprove a eficácia do experimento e que torne pública a cadeia genética obtida, para que possam ser realizadas clonagens pelo mundo. "Estas misturas servem para conseguirmos cores, texturas e perfumes diferentes. Além disso, quando oferecemos maior diversificação, conseguimos combater em parte a extração ilegal na natureza, o que torna o cultivo mais sustentável", explica Rodrigo.

Preços ao alcance de todos- O preço dos vasos foi uma das coisas que encantou a bióloga pesquisadora de orquídeas Larissa Kuhn, de 23 anos, que veio do Rio de Janeiro especialmente para a mostra, acompanhada de seu filho. Elas custam de R$ 12 a R$ 40 reais, com mudas que chegam a R$ 5. Insumos para o cultivo das plantas também são comercializados no local, como materiais para o plantio, adubos e até etiquetas. “A exposição é pequena, mas tem muita variedade e um valor ótimo das mudas. É a primeira vez que venho, mas pretendo voltar”, comenta Larissa.

No local também são realizadas inscrições para um curso de cultivo de orquídeas a ser realizado no dia 10 de novembro, lá mesmo, no Horto. Neste fim de semana, às 10h30 e às 15h30 é a vez das oficinas para introduzir conceitos sobre o plantio aos visitantes interessados, gratuitamente. A entrada também é gratuita e há espaço para estacionar o carro.


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 1 comentário(s)
  1. Zé ... - 04/11/2012 - 11:08

    Excelente iniciativa! A idéia deve ser essa mesmo promover eventos, com grandes descontos e oferecer cursos gratuitos para despertar o interesse das pessoas pelo plantio. Poderia haver um evento de reflorestamento para incentivar a preservação da natureza. A PETROBRAS terá que plantar milhoes de arvores devido ao COMPERJ. Envolvam a população nesta ação.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.