CidadesAcidente

Acidente mata um funcionário em estaleiro de Niterói

3
Tamanho da fonte: A- A+ Por: Lislane Rottas 07/04/2012

Chapa de aproximadamente 40 toneladas teria se desprendido durante solda. Outro trabalhador teve ferimentos graves e foi internado no Hospital Estadual Azevedo Lima

 

O chapeador Ricardo Silva dos Santos, de 42 anos, morreu neste sábado no Estaleiro Mauá, na Ponta da Areia, após ser imprensado por uma chapa de metal de aproximadamente 40 toneladas. Um outro operário também ficou gravemente ferido e está internado no Hospital Estadual Azevedo Lima, no Fonseca.

De acordo com funcionários da empresa, a chapa de metal despencou e atingiu os dois soldadores. Eles relataram que Ricardo morreu ainda no local e o outro operário sofreu um ferimento na perna. Por conta do episódio, a direção do estaleiro teria dispensado os funcionários. 

Um soldador, que não quis se identificar, declarou que acidentes ocorrem constantemente no local.

 “Nós trabalhamos aqui e sofremos muito com a falta de segurança. Toda vez que acontece algum acidente, eles (a direção) querem abafar. Eu espero que depois de tudo isso a direção reveja os itens de segurança. Afinal eles estão lidando com a vida de muitas pessoas”, declarou.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Reginaldo Costa, confirmou a constância de acidentes nos estaleiros e pediu rigor nas investigações.

“Infelizmente esse não é o primeiro episódio que envolve mortes em estaleiros. Por isso que nós cobramos mais segurança nas edificações. Eu espero que os órgãos competentes investiguem esse acidente. Estamos de luto!”, afirmou.

O caso foi registrado na 76ª DP (Centro). A assessoria de imprensa e a direção do Estaleiro Mauá não foram localizadas para comentar o caso. 

 


O FLUMINENSE


AVALIE:

 

Enviar para amigo Imprimir

Comente a Notícia

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Grupo O Fluminense. Mensagens que contenham ofensas, acusações e palavrões ou xingamentos não serão publicadas.

Comentários

Esta matéria possui 16 comentário(s)
  1. Nadja - 07/04/2012 - 21:01

    Há dez anos atrás trabalhei com uma equipe que fazia vistoria pelo Programa Saúde do Trbalhador, as condições eram desumanas, pelo jeito NADA MUDOU!

  2. Francisco - 07/04/2012 - 21:18

    Tomara que a direção do Estaleiro Mauá dê o apoio necessário para os familiares de mais um colaborador que se vai, que na semana que vem já será esquecido.

  3. trabalhador - 07/04/2012 - 23:11

    ultimamente a preçao no trabalho e tao grande que eles so querem que produs e nao ver as condiçoes dos trabalhadores.e o sindicato eles falao isso para vcs mas estao tudo do mesmo lado.eu trabalho la a dois anos e o estaleiro so vem tirando vantagem de nos funcionarios. sao cabos de fios de 440v desencapados e muito mas e tudo no improviso e um abisurdo, um estaleiro com nome e funcionando desta forma.hoje foi colaborador e amanha pode ser eu ou um amigo meu bem proximo.

  4. Diego Marinho - 08/04/2012 - 09:23

    Hospital Estadual Azevedo Lima? Grande apoio!

  5. rafael - 08/04/2012 - 11:31

    cadê o inspetor de solda? cadê o técnico de segurança do trabalho? cadê a empresa que diz que é o melhor estaleiro de niterói?

  6. JOSÉ - 08/04/2012 - 11:53

    A falta de segurança dos trabalhadores em seu ambiente se deve única e exclusivamente ao Ministério do Trabalho e Emprego, que não cumpre com a sua obrigação.

  7. EUNEZIO DE SOUZA - 08/04/2012 - 12:17

    Não vai dar em nada, nesse pais manda quem tem dinheiro os peões é que morreram e zé fini .

  8. angel - 08/04/2012 - 14:11

    e com muita tristeza e revolta que escrevo estas linhas.Trabalho no Estaleiro Mauá desde 2009 .trabalho no setor chamado carreira onde aconteceu o acidente neste sábado.infelizmente eu estava no local do acidente .todo nos trabalhamos com muito medo de que possa acontecer esse tipo de tragédia .existe muita pressão e correia para entrega dos navios.mais esquecem na segurança dos trabalhadores.com esse novo diretor chamado de MANELÃO não vai ter mais segurança..ele quer transformar o MAUA em EISA

  9. alemao - 08/04/2012 - 17:04

    Tomara que a morte desse colaborador nao seja so mais uma,e com isso a PETROBRAS que e o maior cliente maua pegue mais pesado com a direçao do estaleiro e nao so com o operario em relaçao a segurança

  10. glaucio - 08/04/2012 - 15:11

    isso e uma vergonha estao matando os trabalhadores!!!

    cade as autoridades competente para fecha esse estaleiro.

  11. TOLERÂNCIA ZERO - 08/04/2012 - 18:01

    O Ministério Público de Niterói está ciente das irregularidades trabalhistas que existem nesse ESTALEIRO, fatos já investigados em inquérito da 76 DP, mas nunca oferece denúncia contra os irresponsáveis que dirigem esse estaleiro. Por que será ? Querem que eu COMTE ? Ah, deixa para lá !!!

  12. Indignada - 09/04/2012 - 14:42

    É triste ter que ler essa matéria. O descaso com os trabalhadores é imenso. Meu pai trabalha em estaleiro e temo pela vida dele diariamente, pois os "mercenários" só pensam no próprio bolso cheio de grana e a segurança dos trabalhadores não existe. É lamentável isso... É inaceitável ! CADÊ A JUSTIÇA ?

  13. Funcionário - 09/04/2012 - 17:52

    Isso é uma vergonha eu trabalho ai a mas de 5 anos, nao tem tecnico de segurança, nao tem medico do trabalho, os supervisores e encarregados colocam nós para trabalhar na chuva, enquanto nossos supervisores estao na salinha dele tomando café e jogando barralho.

    Quero ver agora vcs darem a assistencia os familiares desse profissional que faleceu

  14. ludmila - 09/04/2012 - 19:08

    cadê o inspetor de solda? cadê o técnico de segurança do trabalho? Cadê ??? isso é uma vergonha, trabalhador morrendo, tem q fechar esse estaleiro, segurança para o trabalhador é fundamental

  15. soldado - 09/04/2012 - 21:48

    isso é uma realidade frequente, no EISA que é da mesma administração do MAUÀ e o que eu vi foi muita treta, a administração só pensa no dindim e o peão é que se dane, eu vi vários acidentes ocorrerem e pior de tudo é que eles querem no final dizer que a culpa foi do trabalhador. Mas a justiça será feita!!!!!!!!!!!

  16. Um montador - 10/04/2012 - 19:59

    Ainda tem mais esta acontecendo lá e o seguinte os trabalhadores estão acumulando varias funções, aí da nisso morte, o tal Paulo sirí fica ameaçando, se não fizer oque ele manda ele fala que vai dispensar, tem que dá um basta se vai ter mais morte pode esperar porque a segurança e zeroooooooooooooo.

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.